Portugal atribui demissão a movimentos políticos e promete exonerar ainda mais

Após muita repercussão em todo estado o secretário estadual de Cultura, Jorge Portugal (PT), atribuiu a exoneração da produtora Fernanda Tourinho do comando da Fundação Cultural do Estado da Bahia (Funceb) a “movimentos políticos”.

“Essa exoneração já estava acertada há quatro meses. É que ela foi levada ao governador quando ele estava viajando à China, só isso”, afirmou, Portugal após o vice-governador João Leão (PP) afirmar que a responsabilidade da exoneração era do chefe da pasta.

Questionado sobre o motivo, Portugal admitiu: “Na verdade, existem movimentos políticos dentro do próprio governo que fazem com que determinadas pessoas tenham fechado um determinado ciclo”. “Ainda vai sair mais gente”, completou.

Bahia.ba

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *