Após denúncias da Adsumus membro do Judiciário é investigado na Bahia

Após diversas denúncias da operação Adsumus envolvendo o ex-prefeito de Santo Amaro, o vice e vários empresários a presidente do Tribunal de Justiça do Estado da Bahia, desembargadora Maria do Socorro Santiago, resolveu hoje constituir, a pedido do Conselho Nacional de Justiça, uma comissão para investigar um membro do Judiciário, o que vem causando grande especulação no órgão. O ato teria sido decorrente de uma reclamação disciplinar que está sendo apreciada pelo CNJ. Foram nomeados membros do colegiado os desembargadores José Alfredo Cerqueira da Sival, Pedro Augusto Costa Guerra e João Bosco de Oliveira Seixas, sob a presidência do primeiro. Eles têm prazo de 30 dias para apresentar relatório. Além desse ocorrido na operação Adsumus ainda foi denunciado envolvimento do ex-vice prefeito, Leo Pacheco (que está preso), com suborno de funcionários do Tribunal de Constas do Município.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *