Pesquisa Ibope: Lula lidera com 37%; Bolsonaro aparece em seguida com 18%

Mesmo preso e condenado na Operação Lava Jato, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva lidera, com 37%, as intenções de voto para o primeiro turno da eleição presidencial em pesquisa Ibope/Estadão/TV Globo divulgada nesta segunda-feira, 20. O candidato Jair Bolsonaro (PSL) aparece em segundo lugar no cenário, com 18% da preferência do eleitorado.

A pesquisa foi feita entre os dias 17 a 19 de agosto, após o PT registrar a candidatura de Lula e os demais partidos também solicitarem o registro de suas candidaturas no Tribunal Superior Eleitoral (TSE). O período também representa a primeira pesquisa do Ibope feita após começar o período oficial da campanha eleitoral.

No cenário em que Lula é apresentado como candidato, o terceiro lugar é disputado por quatro candidatos. Marina Silva (Rede), com 6%, Ciro Gomes (PDT), com 5%, Geraldo Alckmin (PSDB), com 5%, e Alvaro Dias (Podemos), com 3%, estão empatados tecnicamente no levantamento.

Eymael (DC), Guilherme Boulos (PSOL), Henrique Meirelles (MDB) e João Amoêdo (Novo) têm 1% das intenções de voto no cenário. Considerando a margem de erro, esses candidatos estão empatados tecnicamente com Alvaro Dias. Cabo Daciolo (Patriota), Vera Lúcia (PSTU) e João Goulart Filho (PPL) não pontuaram.

Espontânea

Na pesquisa espontânea, em que os nomes dos candidatos não são apresentados ao eleitor, o ex-presidente Lula lidera o cenário com 28% das intenções de voto. Em segundo lugar, Jair Bolsonaro é citado espontaneamente por 15% dos eleitores ouvidos no levantamento. Ciro Gomes e Geraldo Alckmin registram 2% das intenções de voto no mesmo cenário. Alvaro Dias e Marina Silva têm 1%. Os demais candidatos ao Planalto não pontuaram no levantamento espontâneo.

Votos válidos

Considerando apenas os votos válidos, ou seja, sem brancos, nulos e indecisos, o ex-presidente Lula tem 47% da preferência do eleitorado, segundo o Ibope. Jair Bolsonaro pontua com 23% nesse cenário, seguido por Marina Silva (8%), Geraldo Alckmin (7%), Giro Gomes (6%) e Alvaro Dias (4%).

Na possibilidade de Fernando Haddad ser o candidato do PT, Bolsonaro tem 32% dos votos válidos. Marina Silva aparece em segundo lugar, com 20%. Ciro Gomes tem 14% dos votos válidos, seguido por Geraldo Alckmin (12%), Alvaro Dias (6%) e Fernando Haddad (6%).

O Ibope ouviu 2.002 pessoas em 142 municípios de 17 a 19 de agosto. A margem de erro é de 2 pontos porcentuais para mais ou para menos, considerando um intervalo de confiança de 95%. O levantamento está registrado no TSE sob o número BR-01665/2018.

Ibope/Estadão/TV Globo: Marina, Bolsonaro e Ciro empatam no Nordeste

Em um cenário sem o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva na disputa pela Presidência, os candidatos Marina Silva (Rede), Jair Bolsonaro (PSL) e Ciro Gomes (PDT) empatam tecnicamente na preferência do eleitorado do Nordeste, mostra pesquisa Ibope/Estadão/TV Globo divulgada nesta segunda-feira, 20. Nas demais regiões do País, o candidato do PSL lidera o cenário de forma isolada.

No Nordeste, 17% declaram votar em Marina Silva no cenário sem Lula. Entre os eleitores, 14% dizem ter preferência por Ciro Gomes e 13% declaram voto em Bolsonaro. Considerando a margem de erro da pesquisa, de dois pontos porcentuais, os três presidenciáveis estão tecnicamente empatados na região.

Fernando Haddad, candidato a vice e possível substituto de Lula na eleição, tem 5% das intenções de voto no Nordeste. O ex-presidente por sua vez, quando é apresentado como candidato, registra 60% da preferência do eleitorado na região. Geraldo Alckmin (PSDB) tem 4% das declarações de voto no cenário sem Lula.

No Sudeste, Jair Bolsonaro lidera a pesquisa com 21% das intenções de voto quando o candidato do PT é Fernando Haddad. O candidato do PSDB, Geraldo Alckmin, registra 11% na região que integra o Estado em que foi governador, empatado com Marina Silva, que também tem 11%. Ciro Gomes aparece na sequência, preferido por 7% do eleitorado do Sudeste. Haddad tem 4% no cenário.

Na região Sul, Jair Bolsonaro é citado como destinatário do voto de 20% dos eleitores, seguido por Alvaro Dias (Podemos), com 12%. Na sequência, estão Ciro Gomes (8%), Marina (8%) e Haddad (3%).

Nas regiões Norte e Centro-Oeste , 30% declaram voto em Bolsonaro, enquanto que 15% dizem preferir Marina Silva. Ciro Gomes e Geraldo Alckmin aparecem com 5%, enquanto Haddad é citado por 1% do eleitorado nas duas regiões somadas.

O Ibope ouviu 2.002 pessoas em 142 municípios de 17 a 19 de agosto. A margem de erro é de 2 pontos porcentuais para mais ou para menos, considerando um intervalo de confiança de 95%. O levantamento está registrado no TSE sob o número BR-01665/2018.

Ibope/Estadão/TV Globo: Sem Lula, Bolsonaro tem 20%; Marina, 12%; Ciro, 9%

Em um cenário sem o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva na eleição presidencial, o candidato Jair Bolsonaro (PSL) lidera com 20% as intenções de voto para o primeiro turno em pesquisa Ibope/Estadão/TV Globo divulgada nesta segunda-feira, 20.

Na sequência aparecem Marina Silva (Rede), com 12%, e Ciro Gomes (PDT), com 9% da preferência do eleitorado. Considerando a margem de erro, de dois pontos porcentuais, os dois presidenciáveis estão empatados tecnicamente na disputa.

O candidato do PSDB ao Planalto, Geraldo Alckmin, tem 7% das intenções de voto na pesquisa, empatado tecnicamente com Ciro. Na sequência, Fernando Haddad, candidato a vice na chapa do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, e possível substituto do petista na eleição, tem 4%. Considerando a margem de erro, Alckmin e Haddad estão empatados tecnicamente no cenário.

Alvaro Dias (Podemos) aparece em seguida, com 3% da preferência dos eleitores na pesquisa, em um empate técnico com o candidato do PSDB e com o possível candidato do PT.

A pesquisa foi feita dos dias 17 a 19 de agosto e é o primeiro levantando feito pelo instituto após o registro oficial de candidaturas no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) e o início do período oficial da campanha eleitoral.

Cabo Daciolo (Patriota), Eymael (DC), Guilherme Boulos (PSOL), Henrique Meirelles (MDB), João Amoêdo (Novo), Vera Lúcia (PSTU) e João Goulart Filho (PPL) aparecem na pesquisa com 1% das intenções de voto.

No cenário sem o ex-presidente Lula na disputa, brancos e nulos somam 29%. Os eleitores que não sabem ou não responderam em quem votar representam 9%.

Rejeição

O candidato Jair Bolsonaro é o presidenciável com a maior taxa de rejeição entre os postulantes ao Planalto neste ano, mostra pesquisa Ibope/Estadão/TV Globo. Entre os eleitores entrevistados no levantamento, 37% dizem que não votariam em Bolsonaro “de jeito nenhum”.

A segunda maior rejeição é a do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, com 30% dos entrevistados afirmando que não votariam no petista. O candidato Geraldo Alckmin é o terceiro mais rejeitado, com 25%, empatado tecnicamente com Marina Silva, com 23%. Na pesquisa, 21% dos eleitores afastam a possibilidade de votar em Ciro Gomes. Considerando a margem de erro, de dois pontos porcentuais, a rejeição do candidato do PDT é tecnicamente igual aos índices de Alckmin e Marina.

O candidato a vice-presidente na chapa de Lula e possível substituto do ex-presidente na disputa, Fernando Haddad, tem 16% de rejeição na pesquisa. Henrique Meirelles tem 13%. Alvaro Dias e Eymael têm 11%. As menores rejeições na pesquisa ficam para João Amoêdo e Vera Lúcia, com 10% de eleitores afirmando que não escolheriam esses candidatos.

O Ibope ouviu 2.002 pessoas em 142 municípios de 17 a 19 de agosto. A margem de erro é de 2 pontos porcentuais para mais ou para menos, considerando um intervalo de confiança de 95%. O levantamento está registrado no TSE sob o número BR-01665/2018.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *