Maragojipe: Radialista afirma sofrer perseguição da prefeita Vera da Lúcia

A prefeita da cidade de Maragojipe, Vera Lúcia Maria dos Santos (PR) está sendo acusada de perseguir um radialista da cidade que não mede esforços para denunciar atos ilícitos na gestão de Vera da Saúde, como é conhecida. De acordo com o empresário e radialista, Cesar Andrade, que denunciou vários abusos da gestora municipal em sua rádio, se diz perseguido, e pede apoio da imprensa para que a justiça veja o caso e tome providencias. Segundo o radialista, a prefeita em um contrato com uma empresa de sonorização resolveu instalar caixas de som nos principais postes da cidade, local já ocupado pela Rádio Maragojipe há três anos. “Sem o menor respeito com a rádio e principalmente com os comerciantes que pagam para que os clientes possam ter acesso a suas ofertas e promoções, a prefeita mandou colocar essas caixas da empresa Torre som nos mesmos postes da rádio Maragojipe”, disse Cesar.

Entenda o caso:
Nota do site Recôncavo Agora
Na segunda-feira (05), a prefeita mandou até a rádio três funcionários para cumprindo sua ordem que foi entregar o auto de infração, alegando que o serviço na cidade é irregular. Uma vez que a rádio efetuava as transmissões ao vivo das sessões da câmara de vereadores e um contrato com a própria prefeitura para divulgação de spot e jingle há quase um ano. A rádio só ficou irregular a partir de Dezembro do ano passado em que o diretor oficializou o cancelamento do contrato por atrasos de pagamentos.

A rádio após a notificação acionou o advogado Dr. Nelson Aragão da cidade de Cachoeira que por incrível que pareça, foi o advogado que iniciou a batalha contra a saída da comarca da cidade de Maragojipe. Sensibilizou-se com a situação e deixou seu escritório a disposição da rádio que ingressou com a primeira ação. Em seguida a rádio acionou o advogado Dr. Arivaldo Vieira, que impetrou um pedido de liminar que foi expedido com urgência pelo juiz responsável pela comarca.

O MP (Ministério Público do Estado da Bahia), também foi acionado para que fosse alertado da perseguição política na cidade de Maragojipe. A prefeita da cidade está tentando parar uma ferramenta de extrema importância. Uma vez em que é noticiadas informações de utilidade pública, prestação de serviço, programas de saúde, programas evangélicos, transmissão das missas e sem falar em desempregar trabalhadores. O governo se mostrou perseguidor e ditador, lembrando que a política é passageira.

Um comentário em “Maragojipe: Radialista afirma sofrer perseguição da prefeita Vera da Lúcia

  • agosto 14, 2019 em 9:37 pm
    Permalink

    Ele não é aquele que tanto puxava o saco da gestão atual esse é o fim de todo todo puxasaco

    Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *