Mourão diz que alguém deu um ‘chega’ na ala ideológica do governo

O vice-presidente Hamilton Mourão (PRTB) disse acreditar que “alguém”, talvez o próprio presidente Jair Bolsonaro, tenha aquietado o núcleo ideológico do governo, alinhado ao escritor Olavo de Carvalho.

“Alguém chegou para essa turma [os olavistas] e disse: ‘Chega’. Acho que o próprio presidente pode ter feito isso”, declarou o general, em entrevista ao colunista Guilherme Amado, da Época.

“Carlos sumiu”, acrescentou, em referência ao vereador Carlos Bolsonaro, filho do presidente e responsável por vários ataques diretos ao vice-presidente.

Ao comentar a política externa brasileira, Mourão afirmou que o número dois do Itamaraty, Otávio Brandelli, tem freado o chanceler Ernesto Araújo. “O presidente deu algumas diretrizes”, disse.

O vice-presidente ainda classificou como boa sua relação com o chefe do Palácio do Planalto e relatou que entregou-lhe um documento de oito páginas com propostas para o país. “Falei para ele que, se ele não gostar, pode triturar”, brincou.

Bahia.ba

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *