Lula fica em silêncio por quase duas horas durante depoimento à PF

No depoimento marcado pela Polícia Federal nesta sexta-feira (05), o ex-presidente Lula decidiu ficar em silêncio. Ele alegou que não teve acesso aos documentos relativos à investigação.

“A defesa não teve acesso aos autos do inquérito e pediu para que o depoimento seja realizado depois do acesso à íntegra dos documentos. Ninguém é obrigado a depor sobre documentos ocultos”, afirmou o advogado Cristiano Zanin.

Segundo a PF, a defesa de Lula tem amplo acesso aos documentos dos inquéritos. O órgão disse ainda que Lula foi levado a sala de depoimentos por volta das 9h, conforme previamente marcado. Segundo a PF, Lula permaneceu em silêncio até perto das 11h.

O ex-presidente é investigado em dois inquéritos que apuram suspeitas de corrupção.

Bahia.ba

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *