Cachoeira: Pichações em toda estrutura da UFRB gera polêmica na cidade

Desde novembro de 2018 pichações em toda estrutura da Universidade Federal do Recôncavo (Cachoeira), no conjunto do Quarteirão Leite Alves vem causando polêmica entre os estudantes e moradores da cidade. De acordo com um grupo de estudantes as pichações deveriam ocupar espaços determinados previamente e em consenso com todos envolvidos na universidade. “Conversamos com o atual diretor e ele disse que é liberdade de expressão”. De acordo com os estudantes o diretor revelou que se ele pintasse os estudantes iriam fazer de novo.

Entramos em contato com a UFRB e a direção do Centro de Artes, Humanidades e Letras (CAHL) afirmou que o conjunto de “intervenções” visuais expressas nas paredes dos espaços internos juntamente com os diversos segmentos que compõem sua comunidade, sempre foi sensível às questões de gênero, de diversidade sexual e de raça, no combate ao sexismo, ao racismo, à LGBT fobia e à tantas outras formas de opressão, discriminação e preconceitos.

O fato é que as pichações estão em toda estrutura da universidade e já estão em diversos prédios públicos, residências e monumentos de Cachoeira. O antropólogo e professor Luiz Claudio Dias (Cacau Nascimento) concorda com o posicionamento da universidade, no entanto pede equilíbrio e sensatez por parte da coordenação e dos estudantes. “Eu concordo com o discurso da coordenação do CAHL, embora eu pense que deva sobressair o bom senso. Refiro-me ao conteúdo e ao excesso de pichações com único tema. Certamente deve existir em equilíbrio e sensatez por parte da coordenação e estudantes. Quanto às pichações em monumentos, penso que a questão é da alçada da polícia e da justiça, portanto a UFRB deve ser responsabilizada”, destacou o professor.

Confira nota da UFRB

Neste sentido, a Direção do CAHL sempre deu apoio irrestrito às formas que constituem a pluralidade de sua comunidade. Nosso Centro, desde sua criação, vem se firmando como um lócus especial de fomento, reflexão e valorização da diferença e da diversidade. No entanto, é digna de nota a desaprovação desta mesma Direção sobre a ação empreendida nas paredes de nosso Centro. É necessária a compreensão de que toda e qualquer ação que envolva intervenções ao patrimônio do CAHL seja pactuada com os representantes da comunidade acadêmica e da gestão. Devemos lembrar que, resultado das demandas da comunidade e dos esforços empreendidos por esta Direção junto à Reitoria, foram executadas, recentemente, ações de recuperação e reforma dos espaços de nosso Quarteirão Leite Alves. Esta foi uma conquista de toda a comunidade acadêmica do CAHL, anunciada em seu Conselho Diretor e, por extensão, da comunidade do entorno que prima pela preservação patrimonial do Centro, tratando-se de espaço coletivo e de uso comum dos diversos segmentos que o compõem. Neste sentido, a Direção está tomando as providências administrativas cabíveis quanto ao ocorrido e reafirma o compromisso em fomentar e colaborar com ações que visem à valorização da sua comunidade.

Atenciosamente,

Direção do Centro de Artes, Humanidades e Letras

 

2 comentários em “Cachoeira: Pichações em toda estrutura da UFRB gera polêmica na cidade

  • fevereiro 7, 2019 em 2:35 pm
    Permalink

    O que eu posso dizer sobre essa “matéria”? Hum… o redador (que, certamente, não é um jornalista) não tem o menor conhecimento sobre o uso de vírgulas!

    Resposta
  • fevereiro 8, 2019 em 6:50 am
    Permalink

    Kkk eu quero è mais
    ……

    Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *