Sem acordo, anestesistas continuam sem atender pelo Planserv

Terminou sem acordo a reunião realizada na tarde desta terça-feira, 8, entre representantes do Planserv e a Cooperativa dos Médicos Anestesiologistas da Bahia (Coopanest-BA). Com isso, os beneficiários do plano de saúde, que atende a servidores públicos do estado e seus dependentes, continuam com os serviços de anestesia interrompidos.

Segundo a categoria, o impasse continua porque o Planserv não apresentou nenhum tipo proposta para o reajuste de 40% no valor dos honorários, que foi solicitado. No entanto, a Coopanest garantiu a manutenção do atendimento para procedimentos que já tinham sido agendados, bem como, em situações de urgência e emergência.

Assim, os serviços médicos de anestesiologia eletivos que não foram marcados antes da mudança, passarão a ser negociados e cobrados previamente pelos médicos diretamente dos pacientes. Porém, por meio de nota, o governo continua afirmando que os hospitais credenciados devem oferecer os procedimentos sem qualquer tipo de cobrança aos beneficiários.

Representantes do Planserv não quiseram comentar o assunto. A negociação, que também contou com promotores de justiça do estado, aconteceu na sede do Ministério Público Estadual no Centro Administrativo da Bahia (MP-BA). Uma nova reunião está prevista para ocorrer na quarta-feira, 30, no mesmo local.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *