Bahia teve 93 mil ausentes em primeiro dia de Enem

O estado da Bahia teve 23,5% de abstenção no primeiro dia de prova do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem).Das mais de 398 mil baianos inscritos no exame, mais de 93 mil não compareceram nos locais de prova neste domingo (4).

A taxa de presentes foi de 76,5% (304 mil). No ano passado, a Bahia teve 32,40% de abstenções com mais de 158 mil ausentes.

A média da Bahia ficou mais de 1 ponto percentual abaixo da média do país, que registrou 24,9% em abstenções com mais de 1,3 milhões de ausências . Nacionalmente, a média foi a menor já registrada desde 2009.

O estado com mais abstenções neste ano foi Amazonas com 40 mil ausentes, 32,6% do total de inscritos. O estado com menor ausências foi o Piauí, com 18,5% dos 119 mil inscritos.

“O primeiro dia de aplicação do Enem foi um sucesso. Poucas ocorrências ou incidentes que tenham prejudicado o Exame ou o participante se levarmos em conta o universo de 4,1 milhões de presentes no dia de hoje. Além disso, o menor número de ausentes desde 2009 mostra que as medidas tomadas para a inscrição consciente deram certo”, afirmou o ministro da Educação, Rossieli Soares.

De acordo com o ministro, ações foram implementadas para reduzir o número de ausentes e o gasto desnecessário de dinheiro público. A exigência de mais dados dos candidatos que solicitaram isenção, por exemplo, foi uma delas. Quem solicitou o benefício e não compareceu aos locais de prova terá que justificar sua ausência se não quiser perder o benefício futuramente.

Entre 2013 e 2017, as ausências levaram a um prejuízo de quase 1 bilhão aos cofres públicos. Dos mais de 2 milhões de ausentes no Enem 2017, 84% estavam isentos e apenas 4.345 (0,2%) conseguiram justificar a ausência e garantir a isenção também em 2018.

Ao todo, 71 pessoas foram eliminadas no primeiro dia de prova, duas delas por uso de ponto eletrônico em Minas Gerais, duas por revista no detector de metal e 67 por descumprimeiro de regras gerais do edital, como sair do local de prova antes do horário permitido, utilizar impressos, não atender orientações dos fiscais, dentre outros. No ano passado, o número foi de 273 pessoas eliminadas no primeiro dia.

A interrupção de distribuição de energia elétrica impactaram diretamente na aplicação do Enem em 32 locais de prova, nas cidades de Porto Nacional, em Tocantins, e Franca, em São Paulo. Foram 87 casos de interrupção de energia elétrica, mas em apenas dois locais de prova a aplicação precisou ser interrompida.
Quem teve a prova interrompida poderá ter a reaplicação do primeiro dia, em 11 de dezembro. Todos deverão comparecer às provas do próximo domingo (11) normalmente.

A aplicação da segunda etapa da prova de Ciências da Natureza e Matemática, acontecerá no próximo domingo, dia 11 de novembro. O candidato deve estar atento ao horário de verão.

A prova do próximo domingo terá 5 horas de duração para resolução de 90 questões, 30 minutos a mais que no ano passado. Os gabaritos e Cadernos de Questões serão liberados em 14 de novembro, no Site do Enem. Os resultados estão programados para 18 de janeiro de 2019.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *