Adsumus: STJ decide manter Ricardo Machado na prisão

Mais uma derrota de Ricardo Machado contra a justiça. O Superior Tribunal de Justiça (STJ) manteve a prisão do ex-prefeito de Santo Amaro Ricardo Machado (PT), acusado de comandar um esquema milionário de corrupção e desvios de recursos públicos entre 2012 e 2016. Em recurso, a defesa dele argumentou que a Justiça baiana decretou por quatro vezes a prisão preventiva do petista, alvo da operação Adsumus, todas sob o mesmo fundamento, mas duas delas já teriam sido reconhecidas como ilegais pelo STJ. O ministro Nefi Cordeiro, relator do caso, ponderou, contudo, que Machado responde a duas ações diferentes, emboras ambas ligadas à operação. “Nesse contexto, não se verifica afronta às decisões desta Corte Superior, haja vista que envolvem ações penais distintas”, diz o ministro. Ou seja, ele teve a liberdade concedida em um processo, mas não no outro.
Na semana passada, a Primeira Turma da Segunda Câmara Criminal do Tribunal de Justiça já havia negado um habeas corpus impetrado pela defesa de Machado.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *