Filho de Bolsonaro diz em vídeo: “Se quiser fechar o STF, você não manda nem um jipe. Manda um soldado e um cabo”

O deputado federal Eduardo Bolsonaro (PSL), filho do candidato do PSL à Presidência, Jair Bolsonaro, aparece em um vídeo que circula nas redes sociais, gravado antes do primeiro turno da eleição, afirmando que basta um cabo e um soldado para fechar o Supremo Tribunal Federal (STF).

A afirmação foi feita enquanto o parlamentar respondia uma questão sobre a possibilidade de o STF contestar a candidatura de Bolsonaro. Eduardo diz que o Supremo terá que pagar para ver o que acontece, caso decida impugnar a candidatura de seu pai.

“Eu não acho isso improvável, não. Mas aí vai ter que pagar para ver. Será que eles vão ter essa força mesmo? O pessoal até brinca lá: se quiser fechar o STF, você sabe o que você faz? Você não manda nem um jipe. Manda um soldado e um cabo. Não é querer desmerecer o soldado e o cabo não”, disse o deputado. Assista ao vídeo:

O vídeo foi gravado em nove de julho em um cursinho de Cascavel, no Paraná, segundo informações da Folha de S.Paulo.

Fernando Haddad, candidato do PT à Presidência, se manifestou sobre o vídeo durante entrevista em São Luís (MA), onde participa de atos de campanha. “Esse pessoal é uma milícia. Não é um candidato a presidente. É um chefe de milícia. Os filhos dele são milicianos, são capangas. É gente de quinta categoria”, disse.

O ex-presidente Fernando Henrique Cardoso comentou, em sua conta no Twitter, a fala de Eduardo. Disse que as declarações do deputado “merecem repúdio dos democratas”. “Prega ação direta, ameaça o STF. Não apoio chicanas contra os vencedores, mas estas cruzaram a linha, cheiram a fascismo”, afirmou.

Bolsonaro também falou a respeito das declarações. Disse a jornalistas que desconhece o vídeo e que, “se alguém falou em fechar o STF, precisa consultar um psiquiatra”.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *