Em Salvador, Marina Silva evita ‘furar’ fila de plano inclinado e defende respeito nas eleições

A candidata à presidência da República Marina Silva (Rede) está em Salvador nesta segunda-feira, 10, onde cumpre agenda de campanha e visita alguns pontos da capital baiana. Durante a manhã, ela utilizou o Plano Inclinado Liberdade-Calçada e se recusou a ‘furar’ a fila após reclamação de populares.

A comitiva da Marina Silva – que também era acompanhada pela candidata ao governo do estado, Célia Sacramento, e a ex-senadora Heloisa Helena – tentou passá-la à frente, junto com os correligionários. Entretanto, após a reclamação de uma pessoa, ela perguntou à comitiva: “só queria saber se vou furar a fila?”, e voltou para o final. Antes disso, a candidata visitou o monumento de Nelson Mandela, na praça de mesmo nome.

Ao chegar à estação ferroviária da Calçada, Marina assinou um termo de compromisso com a mobilidade urbana, que tem o objetivo de inserir a pauta da mobilidade a pé e por bicicleta no debate eleitoral em 2018. No local, ela também concedeu entrevista à imprensa e defendeu a recuperação da credibilidade na política, além da mobilidade e o transporte ferroviário.

A candidata comentou ainda o discurso de ódio disseminada neste período eleitoral. “Eu vou continuar fazendo o meu discurso de respeito à democracia, às pessoas e à diferença. Acho que a gente só tem uma forma de combater o discurso de ódio, é sendo radical no amor. Tendo respeito e amor pelas pessoas, e eu vou fazer minha campanha assim”, disse ela.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *