Bahia vence o América-MG, respira na tabela e amplia série invicta

Um triunfo com placar simples, porém com uma atuação segura, sem sustos, e importante para se afastar da zona do rebaixamento. Com mais um gol do atacante Gilberto, o quinto dele em sete jogos pelo clube, o Bahia derrotou na noite deste sábado, 11, o América-MG por 1 a 0, em jogo disputado na Arena Fonte Nova.

>>Veja a tabela de classificação

>>Confira os próximos jogos do Bahia

O resultado leva o Esquadrão aos 21 pontos, na 11ª posição na tabela do Brasileirão, o que deixa o Tricolor sem chance de cair para o Z-4 nesta rodada, já que a Chapecoense, atual 17º lugar, tem 18 pontos e pode igualar a pontuação, mas como tem apenas três triunfos, não superaria o Bahia em número de vitórias (o Tricolor tem cinco triunfos).

Já o Coelho permanece no 10º lugar, com os mesmos 21 pontos do Bahia, mas com um triunfo a mais que o Esquadrão (o time mineiro tem seis vitórias).

Agora, o Bahia volta suas forças para a Copa do Brasil, competição na qual enfrentam o Palmeiras na quinta-feira, 16, às 19h15, no estádio do Pacaembu, em São Paulo, pelo jogo de volta das quartas de final do torneio.

Após o empate sem gols em Salvador, o Tricolor baiano precisa derrotar o Verdão fora de casa para avançar às semifinais. Em caso de empate, por qualquer placar, a partida vai para os pênaltis.

Pelo Brasileirão, o Esquadrão volta jogar no próximo domingo, 19, no Mineirão, em Belo Horizonte, contra o Cruzeiro, pela 19ª rodada da Série A. Já o América recebe o Fluminense no Independência, no mesmo dia, só que às 19h.

O jogo

Do lado do Bahia, a única surpresa na equipe considerada titular do Bahia foi a entrada do volante Flávio na vaga do suspenso Gregore, deixando o experiente Nilton no banco. Já no América, a novidade foi a estreia do zagueiro Paulão, ex-Vasco, escalando o time mineiro com uma formação com três zagueiros.

O Esquadrão começou melhor no jogo, chegando mais ao ataque, principalmente nas perigosas cobranças de lateral feitas por Léo para a área. Com a bola rolando no chão, a primeira chegada mais perigosa do Tricolor ocorreu aos 12 minutos, quando Gilberto passou um pouco da bola e tentou sem sucesso um toque de letra, após um cruzamento rasteiro na área.

Aos 21 minutos, o Bahia ficou muito perto de abrir o placar. Em jogada pela esquerda, Léo cruzou bem na área, Vinícius desviou de cabeça e a bola sobrou perto de Edigar Junio, que precisou levantar muito a perna para concluir ao gol, e acabou colocando por cima da meta de João Ricardo.

Cinco minutos depois, aos 26, outra boa chance para o Tricolor, com Gilberto. Vinícius cruzou para o camisa nove do Esquadrão, que pegou de primeira e acertou um chute que passou perto da meta do goleiro do Coelho.

E o primeiro tempo ficou nesse mesmo ritmo: com o Bahia dominando a partida, mas falhando nas últimos passes e, quando conseguia criar a jogada, vacilava nas conclusões dos atacantes.

Buscando mudar o ritmo do jogo, o técnico Adilson Batista tirou o meia Wesley e colocou o atacante Judivan. Mas quem continuou mandando na partida era o Esquadrão. Tanto que, finalmente, aos nove minutos, saiu o gol do Tricolor.

Vinícius cobrou escanteio na área e Tiago tocou forte de cabeça para o gol. O goleiro João Ricardo não conseguiu encaixar a bola e, no rebote, Gilberto, bem colocado, colocou para dentro do gol, abrindo o placar na Arena Fonte Nova, fazendo seu quinto gol em sete jogos pelo Bahia, o quarto no Brasileirão, já se tornando o artilheiro do Tricolor na Série A.

Atrás no placar, finalmente o América começou a se mostrar mais no ataque, chegando, aos 16 minutos, em chute perigoso de longe, com Ruy. A bola pegou efeito e quase enganou Anderson, que espalmou a bola para escanteio.

O Coelho voltou a assustar aos 36 minutos, em jogada que Anderson saiu mal do gol e a bola sobrou para Giovanni, que, com o gol aberto, pegou mal na bola e chutou para fora.

Como o time mineiro ia para o ataque, o Bahia tentava aproveitar as chances de contra-ataque. A melhor delas veio já nos acréscimos, quando Vinícius apareceu cara a cara com João Ricardo, mas acabou não conseguindo tirar do goleiro, perdendo a oportunidade de ampliar o placar.

Mas nada que desanimasse os quase 20 mil torcedores que estiveram presentes ao estádio, que assistiram uma boa atuação da equipe de Enderson Moreira, que chega a marca de sete jogos sem perder no Brasileirão.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *