Dom Macedo: Prefeito, vice e vereadores não terão aumento de salário

O Tribunal de Justiça da Bahia (TJ) suspendeu a lei que aumentava os salários do prefeito Guito da Saúde, do vice, vereadores e secretários de Dom Macedo Costa, no Recôncavo do estado. O reajuste, aprovado em 2016 pela Câmara local, foi de 25%. O subsídio do prefeito, por exemplo, saltou de R$ 8 mil para R$ 10 mil. A suspensão ocorreu por unanimidade entre os desembargadores da Quarta Câmara Cível da Corte baiana.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *