Temperamento de Ciro Gomes ainda inviabiliza apoios

Caso o ex-presidente Lula seja impossibilitado de disputar mais uma vez a presidência, quem pode receber boa parte do apoio que seria dedicado a ele é Ciro Gomes, que concorre pelo PDT. Na Bahia, o partido já se movimenta para construir alianças com o Partido dos Trabalhadores.

Segundo o presidente do PDT baiano, deputado Félix Mendonça Jr, o discurso de Ciro, que entre outras coisas tem dito que sua equipe será composta majoritariamente por políticos, deve atrair não apenas partidos de centro-esquerda como também os de centro-direita. “Ciro é a alternativa mais saudável que temos. O crescimento da campanha dele é evidente. Acredito que a campanha deverá se polarizar nos próximos meses com ele e o outro candidato [Bolsonaro].  Acho que PR e PP podem ser partidos que sejam aliados nesta campanha”.

O comportamento de Ciro, classificado por muitos da classe política como “destemperado”, desta vez não vai atrapalhar. Esta afirmação é do deputado Félix Mendonça Jr, que aponta um Ciro “bem mais tranquilo nesta campanha”.

No quesito comportamental, a avaliação do líder do PR, deputado José Rocha, é oposta ao colega de plenário. O parlamentar avalia que a agressividade de Ciro deverá atrapalhar nas negociações com outros partidos e reforça que o nome do ex-governador do Ceará tem resistência em alguns partidos, como PT.  “Se ele fosse mais equilibrado, com certeza acreditaria em uma aliança”, afirma.

Aliás, é com o PT  que o PR quer fazer aliança. Recentemente, a legenda filiou Josué Alencar, e tem esperanças de firmar um acordo para ocupar a vaga de vice na chapa presidencial. O filho do ex-vice-presidente da República, José Alencar, é um nome querido por Lula.  A ideia é repetir a dobradinha ocorrida em 2002.

Se Lula não puder concorrer, o PR pensa em uma candidatura própria com Alencar sendo o candidato ao Planalto. No entanto, isso dependerá do resultado de uma pesquisa eleitoral encomendada pelo partido que deverá ser apresentada no dia 21 de junho.

“Em função do PR ter sido procurado por vários partidos, encomendamos uma pesquisa qualitativa. O centro está conversando justamente para ter essa candidatura única. Os partidos de centro desejam unir esforços e o Josué é um nome sempre cogitado nestas conversas”.

O Partido Progressista foi um dos partidos que aprovou o nome de Josué Alencar. O discurso mais unificador que alia pensamentos políticos e econômicos foi recebido com bons olhos pela legenda, como explica o vice-líder do Bloco Parlamentar PP, PODE, AVANTE, deputado Cacá Leão (PP-BA).

“Na semana passada conversamos com Josué Alencar. Gostei muito da conversa. Ele também pensa o que penso. É preciso ter uma unidade que se baseie também no respeito das diferenças. Josué Alencar vem também com este sentimento”, disse.

Apesar do elogio a Alencar, Cacá Leão explica que o partido, até o momento, apoia uma possível candidatura do atual presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ). “Sempre defendi o nome do Rodrigo, por sua capacidade e pela sua gestão na Casa”.

Em relação a Ciro Gomes, Cacá acredita que o pedetista não tem demonstrado as características necessárias para assumir a presidência da República. Mas o Progressista baiano não descartou que lá na frente o partido possa apoiá-lo. “ Pode ser que lá na frente Ciro se enquadre neste perfil, mas por enquanto ainda não está”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *