Bahia vence Altos em jogo de duas viradas e chuva de gols. Assista!

Em mais um jogo marcado por gritos de “Adeus, Guto” vindos da arquibancada, o Bahia demorou para engrenar na noite desta terça-feira, 20, mas venceu o Altos por 5 a 2, e encaminhou sua classificação no Grupo C da Copa do Nordeste.

Os gols do Tricolor foram marcados por Tiago, Edigar Junio, duas vezes, Vinícius e Zé Rafael. Joélson e Tiago, contra, descontaram para os visitantes. Após sair na frente e sofrer a virada, Esquadrão acorda e garante triunfo. Na última rodada, time decide a classificação contra o Botafogo, na Paraíba.

Antes, Tricolor volta à Fonte Nova para receber a Juazeirense, no sábado, 24, pelo jogo de volta da semifinal do Campeonato Baiano.

Vaias e gols

O jogo começou truncado no meio de campo, com muita briga por bola, faltas e passes errados. A primeira boa chance foi aos dez minutos, em jogada de Edigar Junio, pela direita. O atacante levou a melhor sob o marcador, foi até a linha de fundo e cruzou para Kayke, que cabeceou para fora.

Quem esperava um Altos recuado no campo de defesa, se enganou. Quando tinha a bola, os visitantes evitavam o chutão e tentavam trocar passes. Aos 20 minutos eles até chegaram ao gol, em cabeçada de Américo, mas a arbitragem marcou impedimento a anulou a jogada.

O susto não serviu para acordar o Tricolor, que seguiu a maior parte da primeira etapa com troca de passes sem velocidade no zona central do meio de campo. Ainda na primeira etapa, Guto Ferreira perdeu Edson, e mandou Elton para o jogo. No momento da mudança forçada, os primeiros gritos de “Adeus, Guto” foram ouvidas na Arena Fonte Nova.

Apesar da irritação da torcida, foi depois da mudança que o Esquadrão criou as melhores chances. O primeiro gol quase saiu aos 37 minutos, em bela finalização de Vinícius, que chegou a balançar a rede, mas pelo lado de fora.

Pouco depois, Edigar Junio invadiu a área pela esquerda e soltou a bomba para boa defesa de Gideão. No entanto, o gol não saiu, e a equipe terminou o primeiro tempo sob vaias vindas da arquibancada.

A segunda etapa começou com bombardeio Tricolor. Com menos de um minuto, Zé Rafael teve chance dentro da área e mandou por cima do gol.

O gol não demorou a sair. Aos seis minutos, Vinícius cobrou escanteio, Gideão saiu mal, e Tiago empurrou. Era o gol que o time precisava para acalmar os ânimos da arquibancada.

O segundo quase saiu logo na sequência. Kayke recebeu passe primoroso e, sozinho na pequena área, chutou em cima do goleiro adversário.No lance seguinte ao gol perdido por Kayke, aos nove minutos, o Altos chegou ao ataque e empatou com Joélson.

O Esquadrão tentou o segundo gol em finalizações de Élton e Zé Rafael, mas quem voltou a balançar as redes foram os visitantes. Vagner chegou a linha de fundo e cruzou rasteiro. Tiago tentou antecipar Dos Santos e acabou mandando a bola para o próprio gol.

Aí o jogo se transformou em um ataque contra defesa, com direito a bola na trave de Vinícius e protagonismo de Gideão. A virada só começou a ser desenhada aos 28 minutos. Nesse momento, Edigar Junio entrou em cena. Primeiro o atacante marcou de cabeça após cobrança de escanteio. No minuto seguinte, em boa troca de passes, Edigar voltou a balançar a rede.

Para não deixar dúvidas do resultado, Vinícius e Zé Rafael sacramentaram o triunfo com golaços, respectivamente aos 35 e 48 minutos do segundo tempo. Não perca as contas, terminou 5 a 2 para o Tricolor.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *