Encontro entre filarmônicas reúne grande público em Cachoeira

Um encontro inédito reuniu no Jardim Grande em Cachoeira dias 24 e 25 as filarmônicas São Domingos de Saubara, Lira Ceciliana de Cachoeira, União San Felixta de São Félix, 5 de março de Muritiba, Estavam Moura de Santo Estêvão e Terspicore Popular de Maragogige. A iniciativa foi da Filarmônica Minerva Cachoeirana para celebrar seus 140 anos e atraiu um grande público nas duas noites.
O evento contou com o apoio da Prefeitura Municipal da Cachoeira e foi financiado por doações de sócios, dirigentes e apoiadores da Sociedade Litero Musical Minerva Cachoeirana que mantém a filarmônica e a Escola Alcides Santos .
A Minerva se apresentou nas duas noites com um repertório especial que incluiu seu hino oficial. Os maestros Claricio Marques e Felisberto Silva regeram a banda, além do Capitão Miranda ex músico da Minerva convidado especialmente para o evento.
No dia 25 o músico Joílson Santana da Filarmônica Terspicore Popular presenteou a Minerva com a entrega da Marcha Eulina Rosa, de sua autoria.
O Encontro de filarmônicas de Cachoeira integrou a programação festiva dos 140 anos da Minerva iniciada sábado (17), que terá continuidade com um concerto e atividades culturais durante todo o ano.
Para o presidente da Minerva Roberto Franco o momento é de gratidão aos músicos e dirigentes que garantem a preservação do patrimônio da instituição como Raimundo Wanderlei, Alcides Santos, Claricio Marques, Manoel Martins Gomes, Engenheiro e Indio Guerreiro que estão entre os homenageados na sessão solene dia 17 na sede da Minerva.
“Devemos muito a eles para manter a tradição histórica da Minerva e oferecer através da escola Alcides Santos a formação gratuita de novos músicos, vamos continuar semeando música e colhendo cidadania” afirmou.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *