Bahia recebe o Náutico e busca encaminhar vaga no Nordestão

Uma estreia de temporada com derrota em casa na Copa do Nordeste. O pior início do time na história do Campeonato Baiano (um triunfo, dois empates e uma derrotas nos quatro primeiros jogos). Pedido precoce de parte da torcida pela saída do técnico Guto Ferreira. O primeiro Ba-Vi do ano cercado de polêmicas, com violência e jogo terminado antes do fim dos 90 minutos.

O ano de 2018 definitivamente começou conturbado para o Bahia, depois de um 2017 de celebrações, com campanha louvável no Brasileiro e título da Copa do Nordeste. Mas é justamente no Nordestão que o time pode começar a mudar essa maré e deixar o clima mais suave no Fazendão. Nesta quinta-feira, 22, às 21h45, na Arena Fonte Nova, o Tricolor recebe o Náutico com a possibilidade de já encaminhar vaga à segunda fase do torneio.

É que, no Grupo C, só o líder Botafogo-PB despontou. Soma 100% de aproveitamento, com nove pontos em três jogos. Depois, vêm Bahia (3), Náutico (1) e Altos-PI (1). Assim, com um triunfo nesta noite o Esquadrão abre cinco pontos para os últimos colocados e fica muito perto da classificação (os dois primeiros de cada chave avançam às quartas de final), podendo assegurá-la já na rodada seguinte, na qual encara novamente o Timbu, dessa vez em Recife, no dia 10/3.

Uma derrota, entretanto, faria pesar os ares tricolores, já que a equipe seria ultrapassada pelo próprio Timbu e deixaria a zona de acesso à próxima fase.

O risco, é claro, existe, mas o Bahia já mostrou que evolui na temporada, ao menos no que diz respeito aos resultados. Após derrotas nos dois confrontos inaugurais, emendou sequência invicta de seis partidas (quatro triunfos e dois empates) e ingressou também na zona de classificação às semifinais do Campeonato Baiano.

Em entrevista ao programa de rádio oficial do clube, o técnico Guto Ferreira mostrou-se otimista com a atual fase do time. “Esses dois últimos resultados [goleada por 6 a 1 sobre o Vitória da Conquista e o 3 a 0 ‘padrão’ contra o Vitória depois de a partida ser encerrada pelo fato de o rival ter ficado com apenas seis jogadores em campo] trazem tranquilidade e esperança de que a equipe está em crescimento. Agora é nos unirmos para ter esse projeto cada vez mais forte”, afirmou ele, que deve repetir a escalação de linha da equipe pelo terceiro jogo seguido.

O goleiro Douglas, que sofreu um corte no pé em acidente doméstico, foi vetado. Ele deverá ser substituído por Anderson, que já assumiu a posição quando o titular cumpriu suspensão no duelo com o Conquista.

No ataque, Kayke tenta voltar a marcar – seu único gol até aqui foi no triunfo por 2 a 0 sobre o Altos, pela segunda rodada do Nordestão, já há três semanas. Em entrevista coletiva nesta quarta, 21, ele falou sobre esquecer as ocorrências do Ba-Vi e virar a página: “O que passou, passou. Serve de aprendizado, mas a gente tem que seguir em frente. Clima ruim passa longe daqui, só perdemos os dois primeiros jogos da temporada e estamos evoluindo”.

Promoção

Para a partida, o Bahia lançou uma promoção especial, com o objetivo de ‘ressarcir’ os torcedores que foram ao clássico de domingo, no Barradão, e não viram 90 minutos de jogo. Desde esta quarta, na Central de Atendimento ao Sócio (CAS), no Shopping Capemi, tricolores podem trocar o canhoto do ingresso do Ba-Vi por um válido para esta quinta. A CAS abre nesta manhã, às 9h.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *