Vitória aposta em tabu positivo no Barradão; Bahia não perde há cinco clássicos

Clássicos são sempre imprevisíveis, mas desta vez dá para dizer que o Ba-Vi deste domingo, 18, marcado para as 16h, pela sexta rodada do Campeonato Baiano, começa com três protagonistas bem definidos: o Tricolor, o Rubro-Negro e o Barradão.

O palco do clássico, que volta a receber as duas torcidas depois de seis encontros, é tido como trunfo na esperança de resultado positivo da torcida do Vitória. Lá, o Leão ostenta nove jogos de invencibilidade diante do rival.

Durante a semana do Ba-Vi, o estádio também foi alvo de muita reclamação por parte dos torcedores do Bahia, que reclamam de falta de segurança (confira abaixo). Por fim, mais um assunto envolvendo o Barradão: ontem foi inaugurado um novo acesso para o estádio.

Batizada como Avenida Mario Sérgio, em homenagem ao ex-jogador do Vitória, morto no acidente aéreo envolvendo a equipe da Chapecoense, a via tem início na Avenida Paralela e se estende por 3,5 quilômetros, em pista dupla, até o Barradão, no bairro de Canabrava.

O trajeto será monitorado pela Transalvador durante o jogo deste domingo. Toda a pista já estará liberada, mas não haverá locais para estacionamento ao longo da avenida.

O torcedor do Leão que passar pelo novo caminho vai para o Barradão com lembranças positivas dos últimos encontros com o rival. A última derrota em clássicos no estádio foi no já distante ano de 2011.

Na ocasião, em jogo válido pela semifinal, o Tricolor venceu por 3 a 2, mas foi o Rubro-Negro quem avançou para a final por ter melhor campanha. Situação parecida aconteceu em 2010, quando o Esquadrão venceu no Barradão por 2 a 1 o segundo jogo da final, mas foi o Leão que levantou o troféu em casa.

Última festa tricolor

A última vez que jogadores e torcedores do Bahia deixaram o Barradão com festa foi em 2009: triunfo tricolor por 2 a 0, ainda pela fase de grupos do Campeonato Baiano.

Para dar fim à série invicta do rival, o Tricolor ganhou um reforço vindo das arquibancadas. Com o fim dos Ba-Vis de torcida única, o Esquadrão vai voltar a contar com 10% do estádio a seu favor. A ajuda se torna ainda mais importante se lembrarmos que nenhum visitante venceu clássicos com torcida única em 2017.

Desde de que a decisão foi anunciada, além de comemorar, muitos torcedores do Bahia usaram as redes sociais para externar opiniões negativas sobre o tratamento dado aos visitantes no Barradão. As queixas vão da falta de segurança no entorno do estádio até o caminho percorrido para chegar as arquibancadas do estádio rubro-negro.

Mesmo com as reclamações, é difícil acreditar que a torcida tricolor não compareça em peso ao Barradão. Apesar do jejum no estádio, o retrospecto geral dos últimos confrontos é favorável ao Esquadrão, que não sabe o que é perder um Ba-Vi há cinco jogos. Foram três empates e dois triunfos no período.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *