Passagem de ônibus e metrô passa para R$ 3,70 em Salvador

Vai ficar 10 centavos mais caro para andar de ônibus em Salvador, a partir do dia 2 de janeiro de 2018 (terça-feira). O valor da tarifa será reajustado dos atuais R$ 3,60 para R$ 3,70, segundo confirmou nesta sexta-feira, 29, Orlando Santos, superintendente do sistema Integra, consórcio responsável pela concessão de ônibus na cidade.

Em entrevista no Festival da Virada, na noite desta sexta, o prefeito ACM Neto confirmou o reajuste. Segundo ele, só foi feito o cálculo da reposição da inflação com os índices previstos no contrato.

Em nota, a prefeitura informou que está em curso um estudo sobre o equilíbrio econômico-financeiro do sistema de ônibus a partir da integração com o metrô.

E que não será passado para a tarifa qualquer tipo “de desequilíbrio” até a finalização do levantamento. Não foi revelado quando a análise será concluída.

O presidente da Agência Reguladora e Fiscalizadora dos Serviços Públicos de Salvador (Arsal), Henrique Trindade, disse que o novo valor da tarifa foi baseado em estudos e informado ao prefeito para que entre em vigor a partir do primeiro dia útil do próximo ano.

Este ano, os índices utilizados foram o Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo Especial (IPCA),  Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC) e a variação do preço do óleo diesel, informado pela Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP).

Prejuízos

O superintendente da Integra afirmou que o reajuste compromete a sustentabilidade do sistema. “Essa alteração agrava o desequilíbrio que o sistema de transporte coletivo já enfrenta. Estudos feitos pela prefeitura, em 2016, mostravam que o valor ideal seria de R$ 4,10. Hoje vivemos uma realidade de perda de passageiro pagante, provocada pela integração com o metrô, ônibus metropolitano e com transportes complementares”, disse.

Salvador conta com uma frota de 2.500 veículos, que se dividem entre 450 linhas. O presidente da Integra informou que, dos 34 milhões passageiros que utilizam o serviço por mês, apenas 22 milhões pagam.

Ele informou que, por conta dos programas da prefeitura, como o Domingo É Meia e o Bilhete Único, a receita caiu em cerca de 24%, mantendo o fluxo quase que inalterado.

Ele destacou que os 70% dos passageiros que utilizam o metrô vêm da integração com ônibus. A divisão tarifária com o metrô é apontada como outro problema, uma vez que se manteve inalterada em 48%, de R$ 1,42 para R$ 1,46 recebido por cada passageiro que faz a integração.

Metrô

A CCR Metrô Bahia divulgou que o transporte metroviário na capital irá seguir o mesmo valor aplicado nos veículos coletivos e a passagem também passará de R$ 3,60 para R$ 3,70 a partir do dia 2 de janeiro de 2018.

A adesão ao aumento foi divulgado pela concessionária por meio de nota divulgada à imprensa na tarde deste sábado (30). Segundo a CCR Metô Bahia, a nova tarifa foi definida pelo Governo do Estado.

Com o mesmo valor de reajuste das passagens de ônibus e metrô, os usuários continuam pagando tarifa única durante a integração entre os transportes.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *