A Uefs sedia Congresso Baiano de Educação Inclusiva a partir desta quarta-feira

A Universidade Estadual de Feira de Santana (Uefs) sedia, no período desta quarta (8) a sexta-feira (10), o 5º. Congresso Baiano de Educação Inclusiva (CBEI). Organizado desde o ano de 2007, pelas instituições públicas de ensino superior (IES) do Estado da Bahia, com o intuito de fomentar discussões a respeito do processo de inclusão nos contextos socioeducacionais, o evento integra estudos, pesquisas e práticas vivenciadas no universo educacional, tanto no âmbito da academia quanto da escola básica, e vem se constituindo em um movimento de profissionais da educação e pesquisadores que atuam nas áreas de conhecimento relacionadas à Educação Especial/Inclusiva, sendo realizado a cada dois anos.

A programação tem início na quarta-feira, às 9h30, no Auditório Central da Uefs. A partir das 10h, ocorrerá a Conferência de Abertura, com a palestrante Drª Valdelúcia Alves da Costa, da Universidade Federal Fluminense (UFF). O tema desta atividade será ‘Educação Inclusiva: saberes, práticas e emancipação’.
A 5º. edição do CBEI tem a proponência da Uefs, através da Pró-reitoria de Políticas Afirmativas e Assuntos Estudantis (Propaae), Pró-reitoria de Graduação (Prograd), Pró-reitroria de Extensão (Proex) e do Departamento de Educação (Dedu), por meio do Grupo de Estudo e Pesquisa em Educação Especial (GEPEE), contando com a parceria das IES estaduais e federais baianas e de outras instituições.
Seguindo a linha das edições anteriores, o CBEI vai contemplar campos discursivos na área da educação inclusiva, propondo conferências, mesas, comunicações orais, minicursos e pôsteres sobre temas específicos, que deverão orbitar em torno dos seguintes eixos temáticos: Políticas Públicas para a Inclusão Educacional; Preconceito, Violência e Emancipação do Sujeito; Deficiência / Diferença em uma Abordagem Socioantropológica; Formação Docente e Educação Inclusiva: saberes e práticas; Contextos culturais, tecnologias e acessibilidade; Diversidade étnico-racial, de gênero e de condições de saúde nos espaços educacionais; Deficiência e sociedade; Pesquisas e práticas em Educação Especial/Inclusiva.
 
Fonte: Ascom/Uesf

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *