Justiça determina a prisão de oito ex-integrantes do grupo New Hit; Eles devem ir para o presídio

A Justiça determinou nesta terça-feira (24/10), a prisão de oito dos ex-integrantes da banda New Hit. Eles foram condenados a 10 anos, em regime fechado, pelo Tribunal de Justiça do Estado da Bahia (TJ-BA), em julgamento realizado do dia 29 de agosto, após estuprarem duas adolescentes no município de Ruy Barbosa, em 2012.

A defesa  deve entrar com um pedido de habeas corpus, mas, enquanto ele não for julgado, a tendência é de que todos sejam encaminhados para o Complexo Penitenciário da Mata Escura.

A informação foi confirmada pela assessoria da Polícia Civil. De acordo com o órgão, os mandados estão sendo cumpridos por equipes da Polícia Interestadual (Polinter). Cinco integrantes já foram encaminhados para a sede do órgão, nos Barris, mas os nomes deles ainda não foram revelados.

As equipes do órgão seguem nas ruas, na tentativa de localizar os outros três (Eduardo Martins Daltro de Castro Sobrinho, Edson Bonfin Berhends dos Santos e Guilherme Augusto Campos Silva). A solicitação das prisões foi feita pela comarca de Ruy Barbosa e aceita pela justiça.

Foram condenados Eduardo Martins Daltro de Castro Sobrinho, Edson Bonfin Berhends dos Santos, Willian Ricardo de Farias, Weslen Danilo Borges Lopes, Michael Melo de Almeida, John Ghendow de Souza Silva, Guilherme Augusto Campos Silva e Alan Aragão Trigueiros.

Os réus Carlos Frederico Santos de Aragão, segurança da banda na época do crime, e Jeferson Pinto dos Santos, componente do grupo, foram absolvidos das acusações feitas pelo Ministério Público Estadual (MPE).

Fonte: Aratu Online

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *