PF cita Lúcio e relaciona ‘bunker’ de Geddel com corrupção do PMDB

Em relatório concluído nesta segunda-feira (11), a Polícia Federal relacionou o “bunker” do ex-ministro Geddel Vieira Lima (PMDB) com a atuação do grupo do PMDB na Câmara dos Deputados, segundo o jornal Folha de S. Paulo.

De acordo com a publicação, a PF diz que os valores encontrados no apartamento superam a cifra citada pelo delator Lucio Funaro, que em depoimento contou ter repassado R$ 20 milhões a Geddel em troca da aprovação de empréstimos na Caixa Econômica Federal.

Com o valor acima, a Polícia Federal entende que “o saldo remanescente pode ter se originado de outros esquemas ilícitos destacados ao longo do relatório, relacionados com a atuação do grupo do PMDB na Câmara”. “Inclusive envolvendo a ciência e participação do irmão de Geddel, o deputado Lucio Vieira Lima [PMDB-BA]”, completa a PF.

Bahia.ba

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *