Rui abre Feira de Saúde e destaca produção científica e tecnológica na Bahia

A Bahia quer se destacar, se firmar como um estado de produção científica, tecnológica e de conhecimento na área da saúde, e tem mostrado potencial para isso. Portanto, é muito importante para o estado sediar eventos como este. Estamos apoiando a feira e vamos continuar incentivando”, afirmou o governador Rui Costa, nesta terça-feira (8), durante abertura da 1ª Feira de Soluções para a Saúde – Zika e Síndromes Congênitas – e Seminário Internacional ZiKa, promovido pela Unicef, em Salvador.

Até quinta-feira (10), serão apresentados produtos, serviços e ações voltados para o combate, prevenção, diagnóstico e tratamento da Zika, Dengue e Chikungunya. Este é o primeiro evento do gênero no País. A Bahia foi escolhida para ser sede do evento por concentrar experiências exitosas sobre o tema, a exemplo dos testes rápidos para diagnóstico das três doenças, que são produzidos e distribuídos pelo laboratório público do Estado, a Bahiafarma, para todo o Brasil, permitindo assim, o diagnóstico em até 20 minutos.

De acordo com o secretário da Saúde, Fábio Vilas-Boas, a Bahia é um celeiro de pesquisadores de ponta. “Temos aqui centros de pesquisa, como a Fiocruz, que tem se dedicado ao estudo dessas doenças transmitidas pelos mosquitos, e temos a Bahiafarma, que é um laboratório público estadual, que é pioneiro no desenvolvimento do teste diagnóstico para a Zika, e tem investido, junto com parceiros internacionais, no desenvolvimento de novas técnicas de diagnóstico para outras doenças”, destacou.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *