PF pede ao Supremo mais tempo para investigar Temer

A Polícia Federal solicitou ao Supremo Tribunal Federal (STF) mais tempo para finalizar o inquérito que investiga se o presidente Michel Temer praticou os crimes de obstrução à justiça, corrupção passiva e participação em organização criminosa, de acordo com informações do Globo.

No último dia 30 de maio, o ministro Edson Fachin, relator da Lava Jato na Corte, tinha estabelecido um prazo de dez dias para a conclusão das investigações.

Ainda que o pedido da PF seja atendido, a Procuradoria-Geral da República (PGR) pode apresentar denúncia contra o presidente nos próximos dias, como se espera.

Em 22 de maio, a polícia informou ao Supremo que precisava de até 30 dias para encerrar a perícia no áudio da conversa gravada pelo empresário Joesley Batista, da JBS, com o presidente.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *