Servidora da Justiça do Trabalho de Santo Amaro é condenada pelo TJ

O Tribunal de Contas da União (TCU) manteve a condenação de uma servidora do governo estadual acusada de desviar dinheiro destinado ao pagamento de precatórios quando atuava como diretora adjunta da Justiça do Trabalho em Santo Amaro. Entre 2004 e 2007, Mary da Natividade Novato Leão Costa teria, segundo denúncia do Ministério Público federal (MPF), falsificado documentos e adulterado processos para ocultar a apropriação de pelo menos R$ 170 mil depositados em conta judicial. A servidora já havia sido condenada pela Justiça Federal, junto ao advogado Fernando José de Oliveira, acusado de participar dos desvios. Além de devolver a quantia e pagar multa, ambos estão proibidos de exercer cargos públicos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *