Nova denúncia deve levar Ricardo Machado à prisão

O ex-prefeito de Santo Amaro, Ricardo Machado (PT), deve ser alvo de nova denúncia do Ministério Público Estadual no âmbito da operação Adsumus, que investiga fraudes em licitações entre 2011 e 2016 na gestão municipal. A nova denúncia deve ocorrer após o empresário e delator Luís Cláudio Sampaio Lobo entregar detalhes de como funcionava o esquema.

No pedido de prisão do ex-prefeito feito pelo MP, mas negado pela Justiça de Santo Amaro, consta que os investigadores descobriram uma nova fonte de propina do esquema: fornecimento de combustíveis ao município. Antes, as investigações estavam focadas em contratos de compra de material de construção, aluguel de veículos e obras públicas.

A denúncia a ser apresentada pelo Grupo Especial de Combate às Organizações Criminosas (Gaeco) deve se estender também a outros investigados na operação.

 

Correio

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *