Gabrielli presta depoimento a juíz Sergio Moro após delações

O ex-presidente da Petrobras José Sergio Gabrielli será ouvido pelo juiz Sérgio Moro, nesta terça-feira (14), como testemunha de defesa do ex-ministro Antonio Palocci em uma das ações penais da Lava Jato em Curitiba. Arrolado também pelos advogados de outros dois réus no mesmo processo – entre os quais, o ex-diretor de Serviços da estatal Renato Duque -, Gabrielli vai depor por meio de  videoconferência na sede da Justiça Federal de Salvador. Na ocasião, Moro vai indagá-lo sobre os contratos de afretamento de sondas para o pré-sal investigados pela força-tarefa da operação. De acordo com a denúncia oferecida a Moro pelo Ministério Público Federal (MPF) do Paraná, o negócio foi firmado em troca de propina destinada a quitar dívidas de campanhas eleitorais do PT, em transação coordenada por Palocci. Grande parte dos repasses, apontou ainda o MPF, teve como caminho final contas ligadas ao marqueteiro baiano João Santana no exterior. É a primeira audiência da Lava Jato com Gabrielli depois que os acordos de delação premiada da Odebrecht foram homologados pelo Supremo e forneceram novos detalhes sobre acertos chancelados pela cúpula da Petrobras.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *