Presidente da Câmara de Santo Amaro veta projeto que reduzia juros e multa do IPTU

Após 60 dias de recesso as atividades da câmara de Santo Amaro foram iniciadas nesta segunda feira (06). Com a galeria lotada os vereadores mostraram muito entusiasmo apresentando 39 indicações de Obras e Serviços. Os destaques da sessão ficaram por conta do requerimento proposto pela vereadora, Giovanna Costa, onde a mesma solicitava informações sobre os processos de nomeações e suspensão de servidores afastados, pelo decreto do prefeito, para averiguar possíveis irregularidades nas convocações dos concursados. Rebatido pelos Vereadores Herden Cristiano e Paulo Biólogo, que pediram mais tempo para que o governo tivesse informações suficientes para fornecer a Câmara. Os vereadores Cesar do Pão e Jeronildo Sanches tentaram a todo custo mudar a discussão da matéria, sendo interpelado várias vezes pelo então presidente Nelson. Apos várias tentativas do vereador Herdem para que a vereadora retirasse a matéria de pauta e, concedesse um tempo maior, a matéria foi votada e derrubada. Votaram a favor do governo os vereadores Dinho de Zeze, Fabinho Malhado, Paulo Biólogo, Herdem Cristiano, Piriquito, Selma Caldas, irmão Didi, Pedro de Oliveira e Pety do Marisco. As 39 indicações e 4 moções foram aprovadas por unanimidade. Todos aguardavam a votação da pauta do RECUP, onde o prefeito Flaviano Bonfim enviou para câmara um projeto reduzindo e anistiando juros para IPTU e demais impostos municipais. No entanto o Presidente não colocou a matéria em discussão nem votação, alegando estar sob analise jurídica. Os vereadores Herdem Cristiano e Pedro de Oliveira protestaram contra a vetação da matéria que beneficia toda a comunidade santomarense.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *