Ex-tesoureiro do PT Delúbio Soares e empresário são condenados

O ex-tesoureiro do Partido dos Trabalhadores (PT) Delúbio Soares e o empresário dono do jornal Diário do Grande ABC Ronan Maria Pinto foram condenados por lavagem de dinheiro em um processo oriundo da Operação Lava Jato a cinco anos de prisão em regime inicial fechado.
Esta é a primeira condenação de Delúbio Soares Lava Jato. Ele ainda responde a mais uma ação penal referente à operação.
Outras três pessoas também foram condenadas no ação penal. Ela e um desdobramento de outro processo que condenou o pecuarista José Carlos Bumlai e dirigentes do Banco Schahin por um empréstimo fraudulento de R$ 12 milhões concedido a Bumlai e que teve como real destinatário o PT, conforme a sentença. A dívida foi formalmente quitada após a contratação fraudulenta do Grupo Schahin pela Petrobras, para operar o Navio-sonda Vitória 10.000.

Esta ação apurou a lavagem de dinheiro envolvendo mais de R$ 6 milhões do empréstimo concedido a Bumlai. Segundo os procuradores, os R$ 12 milhões foram transferidos para a empresa Bertin Ltda. Em seguida, cerca de R$ 6.028.000 foram transferidos para a empresa Remar Agenciamento e Assessoria Ltda., que repassou mais de R$ 5,6 milhões para a empresa Expresso Nova Santo André, sem apresentação de documentos que justifiquem os motivos dessas transferências.

 

G1

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *