‘Compadre Washington nunca encostou a mão em mim’, diz Scheila Carvalho

Scheila Carvalho esteve neste sábado (25) em um camarote para curtir o Carnaval de Salvador e aproveitou para falar de toda a polêmica envolvendo dançarinas do É o Tchan, grupo em que se lançou. Ela lamentou o “gênio difícil” de Compadre Washington, mas salientando que nunca sofreu agressão dele. “O Compadre Washington tem um gênio muito difícil. Ele nunca encostou a mão em mim, mas acho muito triste essa polêmica com as dançarinas. Eles tem ciúmes que as dançarinas apareçam mais”, disse ela em entrevista ao Ego.

Para ela, justamente por conta dos problemas envolvendo “ciúmes” dos dançarinos, a banda mudou de rumo. “O É o Tchan mudou. Antes os dançarinos roubavam a cena e agora o Washington quer ficar na linha de frente. Ele tem um temperamento difícil demais. A Carla fez muito sucesso como dançarina e ele tinha ciúme. Agora os dançarinos lá não podem aparecer mais. Mudaram a estratégia, né?”.

Apesar dos problemas, a ex-morena do Tchan tem carinho ao lembrar do seu período no grupo. “Foi uma época muito boa da minha vida, não tem como negar. Eu, até hoje quando escuto o Tchan, tenho vontade de dançar. Na minha vida a música do Tchan está muito presente. Mas eu não sou amiga do Compadre Washington. Minha amizade é com os dançarinos, com ele não”.

 

Correio da Bahia

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *