‘A gente não vai fazer censura’, garante Acm Neto sobre grito político de Baiana System

O prefeito de Salvador, ACM Neto, garantiu neste sábado (25) que não pretende questionar o fato da banda Baiana System ter aproveitado a apresentação no Furdunço do Campo Grande, pago com dinheiro do município, para fazer um protesto político (veja aqui). Durante a apresentação desta sexta-feira (24), o vocalista Russo Passapusso gritou diversas vezes “Fora Temer” e “Golpistas não passarão”. Questionado sobre a possibilidade de punição, Neto descartou. “Da minha parte isso não existe. Porque nós entendemos que todas as pessoas têm o livre direito de se manifestar, sejam artistas ou cidadãos. E a gente não vai fazer nenhum tipo de censura, pelo menos eu não”, afirmou ao chegar no Curuzu para acompanhar a saída do Ilê Aiyê. Sobre a polêmica em relação ao cantor Kannário, que contratou um ex-integrante da New Hit, acusado de estupro, para tocar no trio sem cordas, o prefeito defendeu: “A gente contratou Kannário, a gente não contratou New Hit”.

 

Bahia Notícias

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *