Fora de casa, Bahia decide contra Paraná vaga na Copa do Brasil

O Bahia encara nesta sábado, 25, às 16h30, diante do Paraná, o maior desafio da temporada até agora. O duelo em Curitiba, pela 2ª fase da Copa do Brasil, é eliminatório. O Tricolor precisa vencer fora de casa para não ter que disputar a vaga nos pênaltis.

É nessa hora que vem à mente o retrospecto ruim da equipe de Guto Ferreira como visitante. Desde que o técnico assumiu, em julho do ano passado, o Esquadrão venceu apenas três partidas longe dos seus domínios: sobre o Avaí, por 3 a 0, e o Vila Nova, por 1 a 0 – ambos pela Série B – e apenas um neste ano, diante do Sergipe, por 2 a 0, há dez dias, pela mesma Copa do Brasil.

Com Guto, a equipe teve cinco derrotas em 18 jogos, resultado que, se for repetido neste sábado, eliminará o Tricolor. Foram ainda dez empates no período. Uma igualdade diante do Paraná levará, segundo o novo regulamento da competição nacional, a disputa da vaga para os pênaltis.

“A gente sabe que esses duelos da Copa do Brasil serão como finais de campeonato. O regulamento mudou, não teremos outra oportunidade, e a gente tem que encarar assim mesmo, como uma final a cada fase. Vamos mais uma vez, fora de casa, para buscar o triunfo”, disse o meia Zé Rafael.

Adversário qualificado

É bom lembrar que a maior parte deste retrospecto ruim fora de casa se deu contra times da Série B, exatamente como o Paraná. O Tricolor da Vila, aliás, é o primeiro adversário deste nível que o Tricolor terá pela frente em 2017 – o mais qualificado até aqui, portanto.

O Paraná vive um início de ano impecável: entre quatro partidas pela Primeira Liga e pelo Campeonato Paranaense, ainda não perdeu jogando em seu estádio, tampouco sofreu gols. São quatro triunfos, com dez tentos anotados.

Zé Rafael, que é paranaense e fez toda a sua carreira por lá até vir para o Tricolor, diz conhecer bem o adversário: “É uma equipe que vem utilizando muitos jogadores novos, da sua base, e em virtude disso acredito que será um jogo muito corrido. Quem está subindo quer mostrar o seu melhor a cada jogo, e creio que os meninos de lá vão buscar isso”.

Para completar, o histórico do Esquadrão na Vila Capanema é mais negativo do que positivo. Em sete jogos, o Tricolor venceu dois, empatou um e perdeu quatro. Na última vez que esteve lá, pela Série B, empatou sem gols; no ano retrasado, também pela Segunda Divisão, levou 1 a 0.

Por conta da importância do duelo, Guto vai mandar a campo o time com força máxima. O técnico não conta ainda com o meia Allione, que está na reta final de recuperação de um estiramento no quadril, e o atacante Maikon Leite, que segue aprimorando a parte física para estrear. A expectativa é que Zé Rafael e Diego Rosa atuem pelos lados do campo acompanhando Régis no meio.

Paraná x Bahia – 2ª Fase da Copa do Brasil

Local: Estádio Durival Britto, em Curitiba (PR)

Quando: Sábado, 25, às 16h30

Árbitro: Vinicius Gonçalves Dias Araújo

Assistentes: Anderson José de Moraes Coelho e Evandro de Melo Lima (trio de São Paulo)

Paraná – Léo, Diego Tavares, Airton, Eduardo Brock e Igor; Leandro Vilela, Gabriel Dias e Renatinho; Matheus Carvalho, Guilherme Biteco e Ítalo. Técnico: Wagner Lopes.

Bahia – Jean, Eduardo, Tiago, Jackson e Armero; Edson (Juninho), Renê Júnior e Régis; Zé Rafael, Diego Rosa e Hernane. Técnico: Guto Ferreira.

 

Atarde

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *