Após cumprir quase 7 dos 22 anos, goleiro Bruno deixa prisão

O ex-goleiro Bruno Fernandes das Dores Souza, 32 anos, deixou a cadeia na tarde desta sexta-feira, por volta de 19h30, após ter ficado preso quase 7 anos por ter sido condenado a 22 anos e 3 meses de prisão pela morte da ex-amante, Eliza Samudio, na época com 25 anos, e pelo sequestro e cárcere privado do filho dela, que a ex-modelo alegava ser de Bruno. O crime aconteceu em 10 de junho de 2010 e o júri popular aconteceu em março de 2013. Bruno se entregou à Polícia Civil do Rio de Janeiro em 7 de julho de 2010.

 

De acordo com a defesa do goleiro, o habeas corpus foi impetrado logo após o júri, em 2013, e desde então percorreu as três instâncias da justiça. O plenário do STF ainda vai julgar o mérito, e o goleiro poderá voltar para a cadeia se o hc for negado, o que não acredita Adolfo: “Ele já cumpriu 2/5 da pena por homicídio. O Macarrão, por exemplo, foi condenado a 12 anos (o correto são 15 anos) e já está livre. Então, pelo menos o princípio de isonomia tem que ser observado,” disse.

Solto, Bruno deverá ter residência fixa e comunicar a Justiça qualquer mudança de endereço ou viagem. Ele não precisará utilizar tornozeleira eletrônica. Além do goleiro, mais cinco pessoas foram condenadas pelo sumiço e morte de Eliza Samudio, entre elas, Luiz Henrique Romão, o Macarrão, amigo de Bruno.

 

Informações Terra

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *