Promotor embarga ações em ilha de Cachoeira

O promotor de Justiça, Rodrigo Rubiale, embargou na última segunda-feira (06) as ações na Ilha dos Frades, conhecida popularmente como “Ilha de Mata-Onça”, em Cachoeira. Ele esteve no local acompanhado do delegado, Eduardo Coutinho, da Polícia Civil e constatou que a limpeza, derrubada de árvores e queimadas se enquadravam como crime ambiental. Oito funcionários que trabalhavam no local foram convidados à Delegacia de Cachoeira para prestar depoimentos. Hélio Pereira, empresário e dono da ilha, confirmou o embargo. Por conta disso, os projetos de um novo empreendimento no local ficaram suspensos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *